Edição nº 729 de 22 de Outubro de 2017

Parador Casa da Ínsua: Um tesouro para descobrir em tempo de férias


2017-07-21

Programa de Verão a partir de 80 euros por pessoa.

O Parador Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo, sugere um programa irresistível para o Verão, ideal para as famílias que procuram um refúgio na natureza. A partir de 80 euros por pessoa, a unidade de charme, da cadeia Montebelo Hotels & Resorts, propõe uma estadia cinco estrelas, num ambiente único que junta tradição, História e requinte. Passeios pelos belíssimos e românticos jardins inglês e francês, banhos de sol e mergulhos na piscina exterior integrada na quinta, degustação de produtos gastronómicos da região, provas de vinhos, visitas culturais e históricas à Casa da Ínsua ou ao Núcleo Museológico são apenas algumas das sugestões para quem pretende momentos de descanso em comunhão com a natureza.

Nasceu há três séculos, a mando de Luís de Albuquerque, governador e capitão-general de Cuiabá e Mato Grosso, no Brasil, e ainda hoje permanece um espaço de referência na região, pela sua beleza excecional. O edifício solarengo de estilo barroco distingue-se, não só pelas paredes cheias de história, mas também pelos românticos jardins oitocentistas, de estilo francês e inglês, que conquistam pela originalidade e pela variedade de espécies que exibem, algumas raras em Portugal, recolhidas nas viagens do seu fundador, no século XVIII. Além dos jardins, é obrigatório descobrir a quinta da unidade hoteleira, com mais de 16 hectares, onde pontuam as vinhas do Dão, pomares, ovelhas e pastos, e claro, as deslumbrantes rotas de percursos pedestres e de estrada de Penalva do Castelo.

O Parador Casa da Ínsua, constituído por 35 quartos, cinco apartamentos e vários salões históricos, possui também o Núcleo Museológico, localizado nas antigas áreas de produção da quinta. Um projeto de recuperação e requalificação de um importantíssimo acervo patrimonial classificado, que, para além de tornar a unidade hoteleira única no país, é fulcral para o enriquecimento da história nacional. Aqui é possível conhecer a história da casa e dos seus proprietários e fazer uma verdadeira viagem no tempo, através da antiga serralharia, entre outros espaços que outrora davam vida à Casa da Ínsua. Na Sala de Família, situada no espaço onde funcionava o antigo lagar, estão patentes diversas áreas irmanadas pelo percurso de Luís de Albuquerque por Terras de Vera Cruz, enquanto na Sala Braziliana é possível visitar uma área exclusivamente reservada a mapas e ilustrações originais do século XVIII, na qual está agregado um acervo gráfico de inigualável importância cedido pela família Albuquerque.

Para desfrutar ao máximo da estadia, é ainda imperativo visitar o restaurante do Parador Casa da Ínsua, um dos ex-libris da unidade hoteleira. O chef Paulo Cardoso faz as honras da cozinha que, apesar do toque moderno em cada prato, privilegia os sabores tradicionais portugueses, nomeadamente os produtos da região, como o Queijo Serra da Estrela DOP, a maçã bravo de Esmolfe e claro, os vários vinhos da produção vitivinícola da quinta Casa da Ínsua, que integra a centenária Região Demarcada do Dão. Para o verão, há uma ementa especial, com pratos repletos de sabor, como, por exemplo, o arroz de cabrito guarnecido com cogumelos e castanhas e perna de frango recheada com ameixa e brás de legumes.

Na Casa da Ínsua, é possível desfrutar de um programa especial para o verão, com estadia a partir de 80 euros e a oferta de três noites pelo preço de duas ou oferta de cinco noites pelo preço de quatro. O programa está em vigor até 30 de setembro.

Créditos: Rua Direita


Partilhe:

© 2017 Dão e Demo - Todos os direitos reservados