Edição nº 703 de 26 de Setembro de 2017

Os sabores do chef Vítor Gomes foram mágicos num inovador jantar vínico efetuado em Lamas de Ferreira de Aves


2017-08-06

A magia de Vítor Gomes, jovem chef de cozinha de Lamas de Ferreira de Aves, acompanhada pelos néctares da Taboadela e Alta Pontuação, seduziu todos quantos participaram no jantar vínico promovido pela comissão de festas de Lamas 2017, que se realizou neste sábado, dia 5 de agosto, no salão da ARCAS.

Foi uma noite de sabores intensos e multifacetados, esta que este jovem chef de cozinha, de 25 anos, formado na escola de hotelaria de Seia e a trabalhar como chef da cozinha do hotel da Urgeiriça, no concelho de Nelas, proporcionou aos mais de cem comensais presentes.

Desde a suculenta e divinal ‘cama’ de tártaro de tomate em que a cavala fumada foi servida, passando pelo magnífico creme de abóbora, a quem as pevides conferiam uma singularidade única de paladar, seguindo para o bacalhau, delicioso, envolvido pelo aveludado puré de grão, sem esquecer as tenras e excelsas bochechas de porco, acompanhadas com cevadinha de cogumelos, a noite foi de uma intensidade e diversidade de sabores de fazer inveja aos melhores e mais estrelados repastos que por aí se servem.

O vinho, afinal o elemento que deu o nome ao jantar, não se ficou e esteve, sempre, à devida altura dos pratos em presença.

O Taboadela DOC tinto 2015 deu as boas vindas e envolveu a cavala e o tártaro de tomate, com o seu corpo forte e o seu perfume característico das castas típicas do Dão. De seguida passou-se para o branco Alta Pontuação de 2015, que fez uma ligação perfeita com o bacalhau, deixando transparecer na sua frescura todos os frutados que encerra; logo depois foi o Alta Pontuação tinto 2012, um vinho completo, aveludado, a quem as tourigas, nacional e franca, conferiam uma identidade distintiva e forte.

Para a sobremesa Vítor Gomes deixou aos comensais um pudim abade de Priscos e uma bola de gelado de tangerina, na companhia de um cálice de vinho fino do Douro.

O jantar quedou-se por aqui mas a vontade do próximo não se conteve e ficou bem declarada na expressão de satisfação de todos.

O serviço, esse esteve por conta de um simpático e bem orquestrado naipe de intérpretes ligados à comissão de festas.

Parabéns pela inovação.


Partilhe:

© 2017 Dão e Demo - Todos os direitos reservados