Edição nº 762 de 24 de Novembro de 2017

Rosa Quinteiro ganhou a 2ª edição do prémio literário Albano Martins de Sousa


2017-08-21

Este ano o concurso literário cónego Albano Martins de Sousa foi no âmbito da poesia e a vencedora absoluta foi Rosa Quinteiro, professora, natural e residente no concelho de Sátão, com a obra “A poesia que trago nas mãos”.

A entrega do prémio foi efetuada este domingo, dia 20 de agosto, feriado municipal de Sátão, numa sessão que teve lugar no salão nobre dos paços do concelho de Sátão.

O júri, constituído por Helena Castro, diretora do Agrupamento de Escolas de Sátão, Carlos Paixão, professor e escritor e Zélia Silva, vereadora da Câmara Municipal, não teve dúvidas na atribuição do primeiro prémio a Rosa Quinteiro, ela que já no ano anterior havia obtido, neste mesmo concurso, em prosa, a menção honrosa. Desta feita, Rosa Quinteiro, professora e também escritora com um livro editado no âmbito da literatura infantil, venceu e convenceu o júri como muito bem enfatizou Helena Castro, que, em representação do mesmo, enalteceu, de forma primorosa, as virtualidades literárias e artísticas da obra vencedora.

Nesta sessão intervieram ainda Carlos Paixão, que aproveitou o ensejo para efetuar a leitura de dois poemas de Rosa Quinteiro e interveio, igualmente, o presidente da autarquia para agradecer ao júri e saudar a vencedora.

A encerrar, Rosa Quinteiro, com emoção, por vezes incontida, agradeceu aos muitos amigos presentes, com destaque para os familiares, falando um pouco da “construção” desta sua obra a concurso e dos poemas que a integraram. Falou da poesia e da vida, da escrita que lhe escorre da alma nos intervalos da sua atividade profissional.

De referir que o prémio de Rosa Quinteiro consta da publicação pela autarquia desta obra e que, a Miguel Almeida, escritor com vários livros editados, concorrente também natural do concelho de Sátão, foi atribuída uma menção honrosa, à obra “Âmago”.


Partilhe:

© 2017 Dão e Demo - Todos os direitos reservados